Profissão de serralheiro. O que faz, quanto ganha e outros

Perguntas e respostas sobre a profissão de serralheiro. Quais são as principais atividades desempenhadas pelo serralheiro? Quais são os cargos mais comuns que se relacionam com esta profissão?

» Página Inicial


O serralheiro é um profissional que trabalha com a criação de diversas peças de madeira ou outros materiais. A madeira é um material tradicional na confecção de móveis e outras peças úteis, mas há também outros materiais como alumínio, zinco, aço, entre tantos outros.

Normalmente este recebe a matéria bruta, ou seja, os troncos e a partir daí desenvolve o papel de cortar, aparar e tratar esta madeira de acordo com a finalidade que ela terá. Há muitas possibilidades e portanto não há um padrão de tratamento e corte.

O serralheiro é o indivíduo que realiza o recorde, que remodela e que trabalha barras que sejam perfiladas de materiais de origem tanto ferrosos como não ferrosos.

Eles utilizam tais materiais para a fabricação de esquadrias, grades, portas, vitrais e peças diferenciadas neste sentido.

Contudo, tradicionalmente ele trabalha com madeira.

Profissão de serralheiro

Quais são os cargos que se relacionam com a profissão?

O serralheiro pode atuar no mercado em funções diferenciadas, assim como: ajudante de serralheiro, encarregado de serralherias, meio oficiais de serralheira, oficial serralheiro e outros, sendo todas elas variações de tal profissão.

Os cargos mais comuns relacionados com este profissão, são os seguintes:

Quando os serralheiros são fundamentais?

Os serralheiros são os profissionais chamados quando você quer trocas as janelas ou as portas de sua casa, por exemplo. Além disso, ele também pode atuar no desenvolvimento de grades, portões, cercas e outros que sejam confeccionados em metal.

Há formação necessária para serralheiro?

Por mais que não seja obrigatória nenhuma formação específica para exercer a profissão, muitas são as oficinas de serralheria que, nos dias de hoje, exigem do candidato pelo menos a realização de um curso técnico.

Mesmo assim, na grande maioria dos casos o indivíduo que deseja exercer a profissão precisa de experiências e conhecimentos avançados na área, que são adquiridos em sua maioria com o passar do tempo ou aprendendo em oficinas e na própria indústria.

É uma profissão muito tradicional e antiga, sendo citada diversas vezes no antigo testamento da Bíblia, onde era comum o manuseio da madeira para a construção de casas, por exemplo. O caso da construção do templo de Jerusalém pelo Rei Salomão, mostra com bastante detalhes isso.

O que se aprende no curso?

O curso de serralheiro pode ser realizado gratuitamente em algumas instituições públicas, como é o caso do Senai, por exemplo.

No curso o profissional aprende as principais noções de dobras, furação, corte e principalmente soldagem das peças metálicas, como é o caso do ferro ou alumínio, por exemplo.

Além disso, outro diferencial da realização do curso é que nele o profissional também aprende a criar um orçamento antes da execução de cada um dos seus trabalhos, evitando desperdícios.

Qual é o mercado de trabalho?

Por fim, o mercado do serralheiro é bem amplo e, por isso, esses profissionais podem encontrar trabalho das mais variadas formas.

Madeireiras e empresas do setor são as maiores opções. Há também a indústria moveleira, construção naval e outras áreas relacionadas.

De acordo com o site http://www.salarios.org.br/#/salariometro da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas - FIPE, em abril de 2018, o salário de um serralheiro era de R$ 1.515,00. Já um mestre serralheiro tinha salário de R$ 1.810,00.

Esses valores são genéricos e são resultados de contratações ocorridas em todas as partes do país. Como sabemos em algumas regiões os valores podem ser maiores ou menores. Por exemplo: Se considerarmos apenas o estado de São Paulo, o salário do mestre serralheiro sobe para R$ 2.219,00.


 

Veja também



© 2018   |   Guia Trabalho: Profissão, formação e mercado de trabalho   |   Política de Privacidade