Dicas de trabalho em equipe ou em grupo

» Página Inicial


Trabalhar em grupo ou em equipe é comum no atual mercado de trabalho onde uma organização toca seus negócios contanto com a força coletiva e não apenas de alguns. Desta forma, formar boas equipes tem sido a meta de profissionais de recursos humanos, gestão de pessoas e gestores em todos os lugares.

Para cada um individualmente há desafios a serem enfrentados, pois o perfil do trabalhador, muitas vezes precisa ser ajustado para que o mesmo possa contribuir de forma adequado ao grupo de trabalho.

Pode-se dizer que os três pilares mais importantes para a boa execução de um trabalho em equipe, sem que haja prejuízos para nenhuma das partes são a segurança, a ética e a higiene. Esses fatores formam a base para qualquer outra forma de crescimento, como motivação, compromisso, criatividade e disposição, por exemplo.

Garantir essas três condições básicas, porém, não é obrigação apenas de quem executa o trabalho, mas de todos os membros envolvidos na atividade geral. Nas relações empresariais, por exemplo, esse é um compromisso do trabalhador, como também de sua chefia e da empresa em si, de forma a garantir as condições para a manutenção da segurança, ética e higiene e estimular todos a manterem esses padrões.

Equipe de trabalho

Qual é a importância desses três fatores no trabalho em grupo?

A segurança e a higiene são importantes, não só para a execução de um trabalho ou conquista de uma meta, mas também para a garantia da sobrevivência e manutenção da saúde e integridade de todas as pessoas, animais e objetos envolvidos.

Já a ética, além de uma norma social, é importante para garantir a convivência e sinergia entre todas as partes e deve ser construída em todos os tipos de relações, profissionais e pessoais. Mais do que um pilar social, a ética também é uma questão de saúde mental.

Como estimular a segurança, ética e higiene no trabalho em equipe?

Segurança: Muitas pessoas acreditam que a segurança é dever apenas do empregador, porém, vale lembrar que essa obrigação é de todas as pessoas, incluindo que executa uma função subordinada.

A segurança deve passar pelas condições ideais de proteção ao corpo e à mente, através da correta manutenção de equipamentos, utilização de EPI’s, adoção de regras de usufruto e armazenamento dos equipamentos, sinalização, conscientização, manutenção da saúde (através de exames médicos, garantia de alimentação e outras necessidades básicas) e também a garantia de proteção nas relações, combatendo abusos físicos, morais e psicológicos.

Higiene: garantir a higiene passa, primeiramente pelo oferecimento de condições necessárias para as boas práticas, como fornecimento de equipamentos, produtos e profissionais de limpeza e espaços adequados para cada atividade. Além de garantir as condições para uma convivência higiênica, a higiene é uma questão de educação e conscientização que não deve partir apenas do senso comum, mas que, em ambientes profissionais, pode ser expressa através de regras de conduta.

Ética: Pode-se dizer que a ética é uma forma de garantir a segurança e a higiene nas relações. Igualmente necessária para a sobrevivência e boa convivência entre pessoas, a ética atua como proteção moral de cada indivíduo em um espaço, através da preservação da individualidade, relações transparentes, respeitosas, responsáveis, igualitárias e justas. Pode-se dizer que ética e justiça andam juntas a todo o momento. A ética no trabalho, expressa atualmente pelos códigos de conduta profissional, é essencial para permitir o pleno exercício de qualquer profissão.

Mas são só esses fatores?

De forma alguma! Aqui tratamos dos elementos base, mas a partir deles, no trabalho em equipe muitos outros são considerados, como:


 

Veja também



© 2018   |   Guia Trabalho: Profissão, formação e mercado de trabalho   |   Política de Privacidade