Profissão de editor: salário, formação e locais de trabalho.

Perguntas e respostas sobre a profissão de editor. O que é um editor? Quais os lugares que os editores trabalham? Qual a remuneração e formação necessária para trabalhar nesta área.

» Página Inicial


O que é um editor?

A profissão de editor pode seguir várias áreas, pois existem vários tipos de editores: de conteúdo, de jornal, de vídeo, de áudio. Eles são responsáveis por editar o material, ou seja, eles não produzem o material, apenas recebem ele para fazer os ajustes necessários para que produto fique melhor.

Um editor de conteúdo edita um texto (normalmente para web ou para um livro, manual, folheto, revista...). Um editor de jornal edita os textos jornalísticos que lemos diariamente nos jornais. Os jornalistas escrevem, mas é o editor que dá a aprovação final depois da edição. Já o editor de vídeo ou áudio é responsável por cortar ou montar um storytelling para que o vídeo ou o áudio faça sentido. O áudio pode ser uma música também.

O editor é o responsável por deixar o material na melhor forma possível de publicação, baseando-se no objetivo deste material. Normalmente o editor deve participar do planejamento e elaboração do produto, para ele captar a essência.

Profissão de editor

Quais os lugares que os editores trabalham?

O mercado de trabalho é bem variado e muitos trabalham por conta própria e prestam serviços a agências de publicidade e marketing, empresas ou a profissionais. Neste caso pode ser tanto na produção e edição de vídeos, áudios, imagens e textos.

Já editores de áudio ou vídeo, podem trabalhar nos meios de comunicação ou em estúdios de música. Os fotógrafos, caso produzam vídeos, também necessitam de um editor de vídeo para editar e finalizar os vídeos gravados.

Editores de áudio

Podem trabalhar em emissoras de rádios na edição de programas, vinhetas e outros tipos de conteúdos. Também podem trabalhar em empresas de produções de áudio para emissoras de rádio e outros fins. Hoje com com as diversas possibilidades que temos de propagação de conteúdos na internet, ficou famoso também os chamados podcasts que são áudios produzidos em série para sites, blogs e portais de conteúdo.

Editores de vídeos

Emissoras de televisão são os grandes alvos de trabalho para este tipo de profissional. Mas ele poderá prestar serviços para terceiros na produção e edição de vídeos que podem ser destinados a TV tradicional ou para sites de vídeos como o Youtube.

Está muito na moda ser youtuber, que nada mais é que uma pessoa que mantem um canal no Youtube de forma profissional ou semiprofissional. Os vídeos desses canais requerem boa edição que pode ser feita pela própria pessoa, bem como a contratação de um editor de vídeos para um trabalho mais aperfeiçoado.

Editores de textos

Um profissional de edição de texto pode trabalhar em jornais, revistas, editoras e outras empresas que trabalham com publicações impressas. Mas pode-se também trabalhar para sites, blogs e agências de publicidade e marketing na produção de textos publicitários e outros.

O campo de trabalho é muito extenso e pode ser feito a produção de diversos tipos de textos, como os jornalísticos, publicitários, crônicas, resenhas, entre tantos outros formatos.

Remuneração?

Quando se é um freelancer fica difícil adivinhar uma quantia, visto que quanto mais se pega trabalhos, mais se ganha. Mas, nas corporações, a média salarial para o editor inicial é entre R$2.000 à R$2.500.

Você poderá fazer uma consulta neste site da FIPE que mostra os salários atualizados de todas as profissões: https://www.salarios.org.br/#/salariometro

Qual a formação?

Existem formações específicas para editores, com habilitação em editoração ou em produção editorial. Porém muitos dos editores adquirem conhecimentos nos cursos de jornalismo, publicidade e propaganda, comunicação digital e acabam fazendo outros cursos de edição fora da faculdade. Para ser editor, dificilmente é exigida uma formação na área específica. Provando o conhecimento através da realização de um bom trabalho, mesmo com formação em outra área já é bem reconhecido para conquistar uma vaga na área.


 

Veja também



© 2018   |   Guia Trabalho: Profissão, formação e mercado de trabalho   |   Política de Privacidade