Auditor-fiscal de trabalho e Receita Federal. Salário e funções

Perguntas e respostas sobre o a profissão de Auditor-fiscal de trabalho. Qual a média salarial para um auditor, quais as características necessárias para o cargo, entre outras questões.

» Página Inicial


A auditoria é um processo muito necessário em praticamente qualquer tipo de empresa, especialmente nos governos ou naquelas que lidam com questões públicas.

Fiscalizar a atividade empresarial, governamental e de outras instituições é um trabalho árduo, mas necessário para garantir que haja transparência nos processos de permitir a correta gestão dos recursos, financeiros, materiais, humanos e outros.

O que faz um Auditor-fiscal de trabalho?

Ele fiscaliza as questões do fundo de garantia, que não é muito bem considerado um imposto, mas sim um direito do empregado. Assim, ao Auditor-fiscal do trabalho há as competências de fiscalizar as empresas que tenham ao menos um funcionário regulamentado via consolidação das leis de trabalho. Todo aquele funcionário que possuir carteira nacional de trabalho assinada terá a direito ao seu fundo de garantia.

Auditor fiscal

Qual a média salarial para um Auditor-fiscal de trabalho?

O salário é bem alto. Por ser um concursado público, o subsídio atinge, em média, R$ 15.743,64 ao início de trabalho, podendo chegar aos R$ 22.516,88 ao fim da carreira. Além, é claro, dos benefícios extras como vale-refeição, vale-transporte e, em alguns casos, auxílio moradia. É um cargo muito almejado pelos concurseiros de plantão.

Onde o Auditor-fiscal trabalha cumprindo suas funções?

O Auditor-fiscal realiza trabalhos em diversos campos, sendo alguns deles: fiscalizações próprias nos meios rurais; análise da segurança do local de trabalho; fiscalização da inclusão da cota necessária destinada a trabalhadores com deficiência; análise dos processos de multas relativas à empresa; administração, podendo ser de um cargo de diretoria ou chefia.

Quais as características necessárias para se tornar um Auditor-fiscal do trabalho?

Para se tornar um Auditor-fiscal do trabalho é necessário a realização e aprovação do concurso público sob cuidados do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). É necessário muito estudo e dedicação para assumir o cargo, já que é um dos mais concorridos do país. Para chegar ao posto, o candidato deve ter um curso superior não importando a área.

Quais as principais dificuldades enfrentadas na profissão?

A muita demanda para pouca mão de obra. Para se ter uma ideia, existe em torno de três mil auditores fiscais no Brasil inteiro – segundo último levantamento. Devido a isso, os trabalhos a serem realizados acabam por ser adiados e, consequentemente, atrasados devido à falta de participação e efetivação.

Qual a principal característica pessoal que uma pessoa deve possuir para assumir tal cargo?

Disposição. Em um trabalho como auditor, com tão poucos colegas de serviço, o deslocamento até diversas sedes a quilômetros de distância, estradas precárias, pontes destroçadas faz com que o empregado tenha de possuir disposição e vontade para assumir um cargo tão importante, porém muito exigente.

Auditor Fiscal da Receita Federal

O Auditor Fiscal tem todas as suas atribuições no artigo 6º da lei de número 10.593 de 2001, que em 2007 foi alterada pela lei de número 11.457/2001, de acordo com o Decreto de número 6.641 no ano de 2008.

Com isso, o profissional dessa área tem que constituir as contribuições e crédito tributário, com base nos lançamentos realizados; proferir e elaborar decisões ou participar de todo o processo administrativo-fiscal do qual faz parte; fazer os procedimentos necessários de fiscalização; fazer a averiguação das contabilidades das sociedades empresariais; orientar o sujeito passivo à interpretação tributária, entre outros.

Como é a rotina de um auditor da Receita Federal?

A rotina de um auditor dependerá da função que ele tem que realizar durante o dia. Em alguns casos o auditor fiscal fica dentro da sede da Receita Federal, realizando algumas funções burocráticas. Existem também demandas externas, nas quais os auditores ficais tem que se deslocar até uma empresa que está sendo auditada.

O profissional pode, ainda, realizar a orientação de contribuintes, de acordo com as normas e legislação tributária.

Qual a maior dificuldade enfrentada por este profissional?

Os auditores lidam muitas vezes com valores muito altos, o que exige um grau de concentração maior, o que pode deixar o profissional ainda mais estressado. Além disso, o auditor fiscal tem sempre que se manter atualizado, já que as mudanças legais são mais frequentes do que imaginamos.

O auditor também tem que optar pela área de atuação que quer seguir, mas nem sempre ele conseguirá entrar na área, já que é necessária a disponibilidade de vagas para novos auditores.

Qual a remuneração salarial?

Os concursos mais recentes para o cargo de auditor fiscal da Receita Federal estão oferecendo valore iniciais acima dos R$ 15 mil para uma carga horária de 40 horas semanais. Quando falamos de âmbitos nacionais, o valor vai para R$ 10 mil e os auditores municipais podem ganhar pouco mais de R$ 8 mil.

Um auditor fiscal mais antigo pode ganhar mais de R$ 21 mil mensais, com uma carga horária de 40 horas semanais.


 

Veja também



© 2018   |   Guia Trabalho: Profissão, formação e mercado de trabalho   |   Política de Privacidade