Assistente Social. Formação, remuneração e funções

Perguntas e respostas sobre a profissão de Assistente Social. O que é um Assistente Social, o que ele faz e suas principais funções, remuneração, formação necessária e outros.

» Página Inicial


A assistência social é uma atividade das mais importantes em nossa sociedade e graças a ela muitas pessoas são beneficiadas, especialmente as pessoas de baixa renda que necessitam de mais recursos para sobreviver.

Mas para desempenhar um papel tão importante como este é necessário profissionais capacitados e com formação adequada a fim de tratar todas as questões com imparcialidade, profissionalismo e respeitando os direitos e deveres que são impostos a todos na sociedade.

Veremos abaixo um pouco mais sobre a profissão de assistente social, com algumas perguntas e respostas sobre esta profissão.

O que é um Assistente Social?

O Assistente Social, que é formado pelo curso de graduação em Serviço Social, é o profissional responsável por promover a cidadania das pessoas que, de alguma forma, se encontram em situação de risco, como é o caso de pessoas em situação de rua, famílias em situação de miséria e fome, entre outros exemplos. Sobretudo, é uma profissão de amparo social, físico e psicológico, sendo que esse profissional pode atuar no setor público, privado ou em ONGs.

Assistente social

O que faz?

Remuneração

A remuneração do Assistente Social varia de acordo com a área de atuação, já há desde os profissionais que atuam em instituições sem fins lucrativos, passando pelos que trabalham em empresas privadas, até os Assistentes Sociais que trabalham em instituições governamentais, às quais o acesso dá-se através de concurso público. No setor privado, um Assistente Social recebe entre R$1.600,00 e R$2.200,00 no início da carreira.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é amplo e receptivo aos Assistentes Sociais, que estão presentes em todas as cidades do país. O profissional é contratado por grandes empresas que, comumente, desenvolvem projetos sociais, órgãos governamentais (como o Conselho Tutelar) e ONGs.

Formação Necessária

Desde que foi criada a Lei 8.662, em junho de 1993, ficou estabelecido que o profissional Assistente Social só pudesse atuar amparado pelo diploma de curso de graduação em Serviço Social oficialmente reconhecido, expedido por instituições de ensino superior registradas nos órgãos competentes.

Regulamentação

O trabalho é regulamentado sob a Lei nº 8.662, que determina todas as normas e exigências para o exercício da profissão de Assistente Social. Atualmente, a classe luta para que seja estabelecido um piso salarial aos profissionais que atuam nessa área.


 

Veja também



© 2018   |   Guia Trabalho: Profissão, formação e mercado de trabalho   |   Política de Privacidade